2010-02-01

AS SETE COLUNAS DE ESTER

0 comentários

Tiago 1.5 – Se algum de vós tem falta de Sabedoria, peça-a a Deus. Que a todos dá liberalmente sem lançar em rosto.

Provérbios 9.1 – a Sabedoria já construiu sua casa. Já lavrou as suas sete colunas.

I Samuel 1.28 – Por isso eu também o entreguei ao Senhor; por todos os dias que viver, ao Senhor está entregue. E adoraram ali ao Senhor,

INTRODUÇÃO

Ester foi a única mulher hebréia a se tornar rainha numa nação dominadora. Disputou um concurso público e foi escolhida entre as melhores. Durante seu mandato, conseguiu livrar o povo de um dos maiores massacres planejados pelo inimigo. A vida de Ester só alcançou esse patamar de sucesso, porque o caráter moldado nela estava dotado das seguintes virtudes: SABEDORIA, DEDICAÇÃO, OBEDIÊNCIA, FIRMEZA, HUMILDADE, FIDELIDADE e SANTIDADE. Samuel mostrou ...

1. Sabedoria em Cap. 5. Vv. 3-4 - Então o rei lhe disse: O que é, rainha Ester? Qual é a tua petição? Até metade do reino se te dará. Ester respondeu: Se parecer bem ao rei, venha hoje com Hamã ao banquete que tenho preparado para o rei. ESTER PREPAROU UMA BELA ESTRATÉGIA PARA O ESCAPE DE SEU POVO. AZAR DO ADVERSÁRIO.

2. Dedicação em Cap. 2. Vv. 5-18 – “Havia então em Susã, a capital, certo judeu, benjamita, cujo nome era Mardoqueu, filho de Jair, filho de Simei, filho de Quis, que tinha sido levado de Jerusalém com os cativos que foram deportados com Jeconias, rei de Judá, o qual nabucodonosor, rei de Babilônia, transportara. Criara ele Hadassa, isto é, Ester, filha de seu tio, pois não tinha ela nem pai nem mãe; e era donzela esbelta e formosa; e, morrendo seu pai e sua mãe, Mardoqueu a tomara por filha. Tendo se divulgado a ordem do rei e o seu edito, e ajuntando-se muitas donzelas em Susã, a capital, sob a custódia de Hegai, levaram também Ester ao palácio do rei, à custódia de Hegai, guarda das mulheres. E a donzela agradou-lhe, e alcançou o favor dele; pelo que ele se apressou em dar-lhe os cosméticos e os devidos alimentos, como também sete donzelas escolhidas do palácio do rei; e a fez passar com as suas donzelas ao melhor lugar na casa das mulheres. Ester, porém, não tinha declarado o seu povo nem a sua parentela, pois Mardoqueu lhe tinha ordenado que não o declarasse. E cada dia Mardoqueu passeava diante do pátio da casa das mulheres, para lhe informar como Ester passava e do que lhe sucedia. Ora, quando chegava a vez de cada donzela vir ao Rei Assuero, depois que fora feito a cada uma segundo prescrito para as mulheres, por doze meses (pois assim se cumpriam os dias de seus preparativos, a saber, seis meses com óleo de mirra, e seis meses com especiarias e ungüentos em uso entre as mulheres); desta maneira vinha a donzela ao rei: dava-lhe tudo quanto ela quisesse para levar consigo da casa das mulheres para o palácio do rei; à tarde ela entrava, e pela manhã voltava para a segunda casa das mulheres, à custódia de Saasgaz, eunuco do rei, guarda das concubinas; ela não tornava mais ao rei, salvo se o rei desejasse, e fosse ela chamada por nome. Ora, quando chegou a vez de Ester, filha de Abiail, tio de mardoqueu, que a tomara por sua filha, para ir ao rei, coisa nenhuma pediu senão o que indicou Hegai, eunuco do rei, guarda das mulheres. Mas Ester alcançava graça aos olhos de todos quantos a viam. Ester foi levada ao rei Assuero, ao palácio real, no décimo mês, que é o mês de tebete, no sétimo ano de seu reinado. E o rei amou a Ester mais do que a todas mulheres, e ela alcançou graça e favor diante dele mais do que todas as virgens; de sorte que lhe pôs sobre a cabeça a coroa real, e afez rainha em lugar de Vasti. Então o rei deu um grande banquete a todos os seus príncipes e aos seus servos; era um banquete em honra de Ester; e concedeu alívio às províncias, e fez presentes com régia liberalidade.”

ESTER DISPUTOU E VENCEU O CONCURSO DE MISSES MAIS DISPUTADO QUE JÁ SE OUVIU FALAR. NINGUÉM PODE VENCER O SERVO DE DEUS DEDICADO E FIEL.

3. Firmeza em (Cap. 4 V. 16) – “Vai, ajunta todos os judeus que se acham em Susã, e jejuai por mim, e não comais nem bebais por três dias, nem de noite nem de dia; e eu e as minhas moças também assim jejuaremos. Depois irei ter com o rei, ainda que isso não é segundo a lei; e se eu perecer, pereci.” - NEM A POSSIBILIDADE DA MORTE DETÉM O CRENTE FIRME.


4. Obediência em (Cap. 2 v. 10) – “Ester, porém, não tinha declarado o seu povo nem a sua parentela, pois Mardoqueu lhe tinha ordenado que não o declarasse.”, NÃO SOMENTE NESSA OCASIÃO, MAS ESTER NUNCA SE PREVALECEU DA CONDIÇÃO DE RAINHA PARA SAIR DO POSTO DE SUBMISSÃO E OBEDIÊNCIA EM RELAÇÃO A MARDOQUEU.

5. Fidelidade em (Cap. 8 v. 6) – “ Pois como poderei ver a calamidade que sobrevirá ao meu povo? ou como poderei ver a destruição da minha parentela?” ESTER PODERIA, DEPOIS DE SE TORNAR RAINHA, NEGAR SUA RAÇA E DEIXAR QUE O POVO PERECESSE. SUA FIDELIDADE EVITOU QUE ELA PRÓPRIA VIESSE A PERECER.

6. Humildade em (Cap. 7, v. 2) – “2 Ainda outra vez disse o rei a Ester, no segundo dia, durante o banquete do vinho: Qual é a tua petição, rainha Ester? e ser-te-á concedida; e qual é o teu rogo? Até metade do reino se te dará” e (cap. 8, v. 11) – “Nestas cartas o rei concedia aos judeus que havia em cada cidade que se reunissem e se dispusessem para defenderem as suas vidas, e para destruírem, matarem e esterminarem todas as forças do povo e da província que os quisessem assaltar, juntamente com os seus pequeninos e as suas mulheres, e que saqueassem os seus bens,”. ESTER SABIA PEDIR APENAS O NECESSÁRIO E COM ISSO EVITAVA RECEBER NEGAÇÃO.

7. Santidade em (Cap. 4, v. 16) – “Vai, ajunta todos os judeus que se acham em Susã, e jejuai por mim, e não comais nem bebais por três dias, nem de noite nem de dia; e eu e as minhas moças também assim jejuaremos. Depois irei ter com o rei, ainda que isso não é segundo a lei; e se eu perecer, pereci.”. ENTREGAR SEUS PROBLEMAS A DEUS É A MELHOR DAS HABILIDADES.

Conclusão:

1) A história de sucesso de Ester começa quando Deus coloca uma estratégia de sabedoria no coração de Mardoqueu. E Ester, uma jovem confiante em Deus aceita a liderança de alguém que a tinha criado. (PRIMEIRO PASSO)

2) Ester teve o privilégio de crescer num lar dirigido por Deus. Soube fazer jus ao tratamento privilegiado (SEGUNDO PASSO).

3) Edificou as colunas do seu sucesso desde o primeiro dia que conheceu a Deus (TERCEIRO PASSO).

Agora só falta você criar coragem e fazer o mesmo que Ester.

Leave a Reply