2013-05-01

ANA - UM EXEMPLO A SEGUIR

ANA-UMEXEMPLOASEGUIR 1 Sm 1:1-28 A dimensão do problema de Ana. Um problema que tinha a força de destruir a auto imagem e auto estima. Ela era estéril. Quais as implicações deste problema: 1. Ela não poderia realizar o desejo do seu marido – ter filhos. 2. Ela não podia realizar o desejo dos seus pais - ter netos. 3. Ela não podia realizar o seu desejo – ser mãe. Apesar de ser amada pelo marido (v.5), ela sentia um vazio que só um filho podia preencher. Ser estéril naquele tempo era não ter esperança de gerar o Messias, sonho de toda mulher judia. Ser estéril para os judeus, era estar debaixo de maldição, era ser olhada com desdém. Ser estéril era tão sério que um dia Raquel disse para Jacó: “Dá-me filho senão morro”. (Gn 30:1) Foi nesse despero que Sara entregou Hagar, sua serva, para Abraão “Alugando assim o seu útero”. (Gn 16:3) Como Ana agiu e reagiu diante do problema: 1. Ela não se rebelou contra Deus questionando o seu caráter. 2. Ela não desistiu do seu casamento abandonando o seu marido. 3. Ela não desistiu da vida mergulhando numa profunda depressão pedindo a morte. 4. Ela não abandonou o templo. 5. Ela não deu ouvido aos conselhos dos pessimistas. 6. Ela soube sonhar grande motivada pelo problema que lhe afligia. O sonho de Ana estava firmado na suficiência e grandeza de Deus. (Falar do sonho de Ana – dez filhos.) • O tamanho do seu sonho revela o tamanho do Deus que você serve. • Você só alcança aquilo que você sonha. • O sonho é a matéria prima das realizações. • Quem não aprendeu a sonhar grande, dificilmente alcançara o melhor de Deus para a sua vida. • Os sonhadores sempre vão incomodar os que preferem a insignificância. Ninguém chuta cachorro morto. Ninguém joga pedra em arvore que não tem fruto. Ninguém persegue os medíocres. “Se estão jogando pedra em você por causa da sua visão, dos seus sonhos, faça dessas pedras os degraus das escada que te levara ao topo, a excelência”. Ana tinha tudo para desistir 1. Ela tinha uma rival dentro de casa que a provocava todos os dias. (v.5,7). 2. Seu marido procurou fazer com que ela desistisse (v.8) “Não te sou eu melhor do que dez filhos...” 3. Ela foi mal interpretada por aquele de quem ela jamais esperava tamanha ofensa (v. 12-15). Foi tida por embriagada. A resposta de Ana para Penina, para o marido Elcana e para Eli, calou o diabo e mexeu com o coração de Deus.

0 comentários:

Postar um comentário